quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

--> Capítulo 75

*Bem, apanhei na minha malinha e pus-me dali para fora… comecei a caminhar sem saber para onde ir, para casa não podia pois era para lá que elas iriam me procurar. Continuei a caminhar, caminhar… e feita parva continuei a caminhar a olhar para as bonitas nuvens que passavam por mim e quando me dei conta, lá estava eu perdida, não fazia a mínima ideia da onde estava. Ui… que sorte a minha, a minha vida tá toda baralhada. A esta altura devo ter aquelas doidas atrás de mim e eu aqui…. Sem saber onde estou, que felicidade! E para melhorar as coisas, isso só podia acontecer comigo* isto aqui está deserto. Por favor, aonde é que estão as pessoas?! Este mundo vai de mal a pior. Para começar eu nem se quer deveria estar aqui. Estava muito bem em Paris mas não, lembrei-me de ter saudades e voltar mas para quê? Para nada! Eu adoro sofrer, sofrer é o meu lema “Sofra agora para morrer de dor depois”. Não, eu não estou bem… Porquê que estou me sentindo observada?! Só se for pelas árvores e essas cenas que não falam… esta cena parece mais a de um livro que li: a rapariga sai com as amigas para comprar um vestido mas ela depois vai atrás de um livro, o que não foi o meu caso, e perde-se. Depois é perseguida por 4 homens, esta parte não é muito boa mas o melhor vem fim, o rapaz de quem ela gostava, que por acaso era um vampiro, vinha e salvava-a. Sim, tudo muito romântico mas neste momento se eu me meto em complicações não tenho aqui nenhum Edward (é o tal vampiro) para me salvar. Quem me dera, quer dizer. Eu não estou bem, vou enlouquecer aqui sozinha e nem se quer consegui fazer tudo o que queria fazer na minha vida. De repente eu sinto uma mão no meu ombro, a única coisa que faço é fechar os olhos assustada*
V: Não me mates!!! Por favor eu sou magrinha, não tenho carne nenhuma…. Vá lá!! Por favor, se quiseres chamar um Edward para mim não me importava nada, mas não me comas…
Zac: Vanessa?! – Aquela voz não me era estranha e era demasiado doce para ser um ladrão ou qualquer coisa que fosse.
V: Zac?! – abre os olhos devagar com medo, não sei o que é pior: ser o Zac ou o ladrão?!
Zac: O que fazes aqui?! – Hrrhrhrhrhrhr é ele!!!
V: Hum… pois, vim dar uma volta. Mas não estou perdida, conheço isto de um lado ao outro.
Zac: Vê-se. *sorri* Quem é o Edward?! – não acredito que ele ouviu isso.
V: É uma personagem dum livro, maluquices minhas.
Zac: Quer dizer que não estás perdida.
V: Não. – e mesmo se estivesse, o que é o caso, o que é que foi?! Acontece.
Zac: Então, não precisas de ajuda?!
V: De maneira nenhuma. – podem pensar que eu sou mentirosa mas não… isto é só falha na informação.
Zac: Bem, vou indo… até te perguntava se querias ir jantar comigo e depois levava-te a casa mas acho que tens coisas melhores para fazer.
V: Pois… tenho que procurar a Ash, a Miley e a Monique.
Zac: Vou andando… - ele vira-se, a minha salvação estava a seguir em frente e eu ia ficar ali. Vá lá Vanessa pede ajuda, quer dizer, ele nem precisa de saber que estás perdida. Não de maneira nenhuma, prefiro ficar aqui a apodrecer do que pedir-lhe ajuda. Vanessa Hudgens não cedas, morrer sem pedir ajuda.
V: Zac?! Acho que… vou-te acompanhar.
Sim, eu cedi. Ficamos o caminho até ao restaurante calados. Antes de entrar no restaurante resolvi ligar à Monique, ela começaram a berrar todas ao mesmo tempo mas finalmente calaram-se quando eu disse que ia jantar com o Zac. A Ash pegou no telemóvel, provavelmente arrancou a mão da Nique e começou a gritar*

*Ash a gritar*
Ash: DIZ-ME POR FAVOR PORQUE EU AINDA NÃO CONSEGUI ENTENDER!!!! PORQUÊ VOCÊS NÃO VOLTAM?! DEUS DO CÉU, AJUDA-ME!
V: Calma Ashley’zinha, a resposta é muito simples… humm… hãããã… - não acredito, eu empanquei, agora nem consigo mentir e não consigo arranjar nenhuma falha na informação.
Ash: Estou a espera, haa wait! Tu não podes responder porque nem se quer tu consegues responder. Olha, vou ficar na tua casa e só entras se tiveres falado com o Zachary David Alexander Efron, ouviste? Xau. *desliga*
*Sim, a Ash consegue ser muito… bruta! Ela só pode estar a brincar comigo: eu e Zac Efron voltar?! Não, não pode. Pronto, chega de mentir, ocultar ou criar alguma falha na informação. A partir de agora vou só dizer a verdade, a verdade e a mais pura verdade. Até sair deste jantar vou ser a madre Hudgens da Califórnia. Lá entramos o restaurante e nos sentamos. Foi precisamente, mais ou menos, o que aconteceu no livro mas no fim o Edward e a Bella dão-se bem, mais ou menos*

EU VOLTO A NARRAR (:
*Bem, lá sentaram-se eles. Fizeram o pedido e esperaram que a comida viesse*
Zac: Desculpa voltar a esta conversa mas acho que…
V: Precisamos de falar, eu sei. A Ash já me deu na cabeça ainda agora por causa disso e disse que eu não entrava em casa enquanto não falasse contigo.
*Zac fica a olhar para mim com aquela cara de anjo, sim, ele deve ter caído do céu há uns anos atrás tipo Super-Homem. Mas ele não tem poderes por isso esqueçam… também, só uma maluca como eu para pensar isso*
Zac: Começas tu então?!
V: Não sei… podes começar tu.
Zac: O que aconteceu mesmo para estarmos até hoje separados?
*Vanessa ficou dura como a pedra, ela não fazia a mínima ideia porquê é que estavam separados*
V: Tens visto a Lily?!
Zac: Não, ela veio pedir desculpas e viajou.
V: E tu?!
Zac: Eu o quê?!
V: Desculpaste-a?!
Zac: Sim, porquê não haveria de fazer?!

6 comentários:

Anónimo disse...

Que massa!!!

Posta mais!!

To curiosa !!!

BjjoOOs


Gi

Sónia disse...

Olá!
Adoro as tuas histórias...
Olha vai a este blog http://sonia-hsm-mca.blogspot.com/ , é meu, mas como sou nova nisto não percebo lá muito. Lê o meu ultimo post e responde.
Obrigado. Kiss

Anónimo disse...

Adorei... Principalmente a referencia ao livro "Twilight" e ao Edward ;)
Continua com o optimo trabalho e espero ver rapidamente o proximo capitulo...
kiss

di@n@ disse...

Ta lindo...adorei!!!!
Bjs e continua =)

Zanessa23 disse...

mt giro bjx

Zanessa23 disse...

oi

popdes linkar ke eu tb linkei por escrito

http://story_of_vanessazac.blogs.sapo.pt/

bjx