sábado, 14 de novembro de 2009

Capitulo 95

Desculpem a demora mas as aulas -.-
Blogs por onde andei hahaha
- http://bloghistorias.blogs.sapo.pt
- http://sasha-historiaszanessa.blogspot.com/
- http://disney_world.blogs.sapo.pt/
- http://historiasnileyloveforever.blogs.sapo.pt/
VISITEM!



V: *assusta-se e vira para trás* Zac… lembranças.
Zac: Foi aqui a ultima vez que…
V: Sim, também lembrei-me disso. Acho que, ao passar por aqui, senti algo que me chamasse.
*Zac senta-se*
Zac: É estranho…. Estarmos aqui outra vez, pensei que esse momentos seriam esquecidos.
V: Não, nunca. Não por mim, foram momentos únicos que não quero esqecer, nem consigo.
*Eles olham um para o outro. Não havia forma de enganar, não havia palavras a dizer. Tantos falavam que o olhar dizia tudo, mas o sentimento que emanava um para o outro não podia ser explicado. Era um sentimento que não podia ser criticado mas sim apreciado, estimado. A respiração de cada um estava a ficar rápida…*
V: Te… nho que ir.
Zac: Não! Quero dizer, eu fiz alguma coisa?
*Vanessa levanta-se e Zac segura-lhe na mão*
Zac: Eu preciso dizer-te uma coisa.
V: Eu tenho pressa Zac, falamos no baile. Xau
*Começa a subir caminhando depressa, entra no seu carro que estava mais a frente e dirige-se para o hotel. Zac faz a mesma coisa. Chegam ao hotel e Vanessa entra rapidamente no elevador e as portas deste fechado logo quando Zac ia entrar. Zac vai a recepção e pergunta o número do quarto de Vanessa, depois sobe também. Vanessa já tinha entrado no quarto*
Sam: Chegaste amor.
V: Humm? *encosta-se à porta* Sim… vou à casa de banho já volto.
Sam: estás bem?
V: Sim, já falamos.
*Vanessa entra na casa de banho, liga o chuveiro e senta-se no chão… queria pensar no que tinha acontecido. Mas não tinha acontecido nada!*
Zac corre e chega à porta, respira fundo, não sabia o que ia dizer. Bate a porta… Sam vai para atender mas quando vê-o resolve esperar. Zac persistentemente continua a bater*
Zac: Eu sei que tas aí. Compreendo que não querias falar mas eu queria saber… eu… dissestes que não esqueceste o que se passou entre nós. *silêncio* Eu não sei… desculpa, não queria falar as coisas assim, nem deveria falar nada, já tens uma vida construída. Só não consigo ficar calado, quer dizer, queria ficar calado mas ouvir-te a ti. Podemos falar?
*Sam não podia deixar que Zac chagasse ali e levasse Vanessa. Tinha lutado muito para a ter e não a iria dar de mão beijada*
Zac: Diz-me pelo menos se me tas a ouvir.
*Sam encosta-se a porta e roda a chave mais uma vez, Zac do outro lado pensava que “ela” ia abrir a porta mas… ele tenta rodar a maçaneta mas vê que está trancada. Zac sente qualquer coisa dentro dele e bate com o punho na porta indo-se de seguida embora. Estaria arrependido de ter “tentado”? Sam suspira mas logo de seguida Vanessa sai do w.c*
V: Que barulho foi esse?
Sam: Nenhum, foi só a senhora para limpar o quarto…
V: Mas nós acabamos de chegar.
Sam: E… foi exactamente o que eu lhe disse.
*Vanessa achou aquilo muito estranho mas logo Sam mudou de conversa*
Sam: E tu… como tas?
V: Bem melhor agora depois de um banho.
Sam: Anda precisas de uma massagem.
V: Não sei… estou mesmo a dormir.
Sam: Por isso mesmo aproveitas e descansas.
*Sam deita Vanessa na cama e faz-lhe massagens até esta cair num profundo sono. Ele deita-se do seu lado perguntando-se se teria feito a coisa certa… claro que sim, ele amava-a e queria-a do seu lado ou, estaria a impedir a felicidade dela?*
*Zac estava devastado, foi para o seu quarto. Nem se quer abriu a porta, e isso fez ele sentir-se pessimamente. Ele tinha que interiorizar-se que as coisas não eram como antes. Agora ambos estavam comprometidos, ela estava a pensar bem. Entrou no quarto e Selena estava a vestir-se*
Selena: Já chegastes Zac? *estava de costas*
Zac: Sim…
Selena: Estás pronto para irmos jantar?
Zac: Vou tomar um banho. *dá-lhe um beijo no ombro*
*Entra na casa de banho, liga a água e fica a ouvi-la a cair. Quando sai estava quase como novo, tinha pensado, ia dedicar mais tempo à Selena, ia fazê-la feliz. Era assim que as coisas tinham que ser, eram assim que as coisas iam ser*
Zac: *põe o seu melhor sorriso nos lábios* Vamos, caro? *significado de caro: minha querida*
Selena: Estás a falar italiano por alguma razão. Bem disposto?
Zac: Ti amo troppo il mio cuore! *Eu te amo meu coração*
Selena: Voglio che tu com tutta l’anima. *Eu te quero com toda a minha alma*
Abraçam-se e saem do quarto rumo a um dos grandes restaurantes dali…*

6 comentários:

jess disse...

ai o zac é a nessa estasse a passar o mesmo na vida real que pena! mas como sempre lindooooooooo amo te mt mi amore

isa disse...

obrigada por teres divulgado o meu blog, pode ser que assim comece a ter mais comentarios.
em relação á tua historia...estou a adorar.mas cada vez fico mais ansiosa pelos proximos capitulos.
beijo

Guilherme disse...

perfeito arrasando posta rapidoo junta zanessa rapidoo por favor

-ana disse...

ADROEI, fantástico
continua assim!

Zanessa23 disse...

Lindo!!!!!!!!!!!!!!!!!!

patricia disse...

Esta fantastico


bjo