quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Capítulo 68

Bem, este capítulo é dedicado a Baby S (Sara) que cm devem saber fez uma operação mas agra está bem, correu td bem... e daki a algum tempo vamos a ter outra vez connosco... beijinho Sara e as melhoras.


*V entra em casa e só lhe apetece telefonar ao Zac e dizer que o ama... mas não pode... então deita-se no sofá pois todos em casa já estavam a dormir menos ela. Enquanto isso na Zac estava em casa na sua varanda quando começa a tocar o telefone mas ele deixou tocar, mas quem estava a ligar estava a ser persistente até que Zac acabou por atender*
Zac: O que queres?!!!!!!
Nate: Sou eu meu...! Qual é o stress?!
Zac: Não tou com paciência pa falar.
Nate: Posso adivinhar? Será que estás assim por causa da V? Ou será que é por seres um cabeça dura estúpido?
Zac: Olha...! Não tou com muito bom humor!
Nate: Anda lá agora fiquei curioso!
Zac: Pahh não sejas chato!
Nate: Tu amas aquela rapariga, não percebo!
Zac: Eu já não amo ninguém, se ainda me amar a mim já tenho uma sorte do caraças.
Nate: Sim, vais esquecer a Vanessa e fingir que nada aconteceu entre vocês é? *diz com um ar de brincadeira*
Zac: Por acaso até vai ser assim, nunca tive nada com essa garota
Nate: Já pensastes em ir ao médico, é que isto tudo deve te tar a afectar essa tua cabeçinha laroca.
Zac: ELA DISSE QUE ME ODIAVA!!! E ainda por cima ela merece estar com o Joe.
*Nate ouve a voz de Zac e repara que ele tá a chorar...*
Nate: Meu, ela adora-te, quantas vezes preciso de dizer?
Zac: Quando saímos da festa eu voltei por causa do meu telemóvel e… ela e Joe estavam aos beijos.
Nate: Sinceramente, aquilo deve ter sido… não sei mas… Deixa-te de lamechices.
Zac: Obrigado, era mesmo dessas palavras que eu precisava agora.
Nate: Hoo... tu sabes, eu não sei o que digo!
Zac: Eu vou... dormir, fazer alguma coisa, sei lá!
Nate: Não faças é asneiras…
Zac: Logo se vê...Tou a pensar matar-me! *diz com um ar como se fosse a coisa mais simples do mundo* Assim ia fazer companhia a Cláudia.
Nate: Essa não é aquela que… *Nate lembrou-se do que tinha acontecido*
Zac: Sim, foi aquela que eu “matei” com os meus ciúmes estúpidos. [Para quem não se lembra cap. 13]
Nate: Zac, esquece. Ela é passado, a V é o presente. Continua!
Zac: Pois, mas o meu presente já parece o meu passado!
A V ia morrendo por causa de mim!
Parece que me estão a assombrar!
Nate: Controla-te. Eu vou ter contigo e fazemos qualquer coisa.
Zac: Não... já tou farto disto tudo.
Nate: Deixa-te de coisas. Sê homem! Vai a procura dela.
Zac: Para quê? Para ela me dizer que me odeia?!
Nate: Sabes... vais tu falar com ela ou é preciso ser eu?
Zac: Deixa-me meu! Ela já não quer nada comigo! E o facto de ela não acreditar em mim faz com que eu queira esquecê-la. *Zac baixa a cabeça*
Nate: Tu... eu... haa tu dás-me cabo da cabeça.
Zac: Sim, eu sei. Xau! *desliga*
Nate: Zac?! Tás aí?!
Nate: Eu passo-me! Aquele gaijo ñ tem jeito.
*Nate agarra no casaco e sai porta fora encaminhando-se a casa de Zac. Nesta altura Ashley Dirige-se para casa de V e quando lá chega bate à porta*
Stella: Olaá *abre a porta com um grande sorriso*
Ash: Olá Stellinha! A tua irmã está em casa?
Stella: Bem… *diz com uma cara triste* está lá em cima trancada no quarto…
Ash. Pois… posso subir?
Stella: Claro
*Ash sobe para o quarto e a porta estava aberta e a V estava na janela. Ash bate na porta levemente*
V: Sim...
Ash: V... Não fiques assim.
V: Eu não sei o que devo fazer
Ash: Eu sei, já te disse mas ñ o fazes!
V: estou muito confusa!
Ash: Confusa estou eu!! Eu sempre pensei que quando 2 pessoas gostavam uma da outra tinham o dever de ficar juntos e de confiar uma na outra!
V: Eu sei... mas é difícil.
Ash: Difícil é estares-te a conter para não ir ter com ele.
V: Azar, ele traiu-me!
Ash: Tu tens a certeza? Agora a sério, o que é que tu achas? Queria saber… mas sinceramente!
V: Eu não sei! *V levanta a voz, tal como nunca fizera* Não sei, não sei, não sei!
Ash: Eu conheço o Zac... não melhor do que tu, mas eu acredito nele. Ele sempre gostou de ti e confiou em ti. Mas agora que é a tua vez tas a fazer isso sem ter a certeza.
V: Nao! Eu tenho a certeza! Eu vi!
Ash: Está bem! Tu lá sabes o que vistes mas eu continuo a achar o mesmo. *ficam em silêncio*
V: Ash… Posso te pedir uma coisa?
Ash: Sim, diz lá...
V: Posso ficar sozinha? Isto tudo deixa-me... baralhada.
Ash: Está bem... fica bem e pensa.
*Ash levanta-se e abraça V deixando-a de novo sozinha. Não muito longe dali estava Nate a caminho da casa de Zac, chegando lá bate a porta mas ninguém abre*
Nate: *pensa* Onde estará o Zac? Aquele gajo só me dá problemas!
*Nate começa a caminhar em direcção a casa de V*
Nate: Porquê eu? Não podia ser outra pessoa?? Mas não, tinha que ser eu... aqueles dois não resolvem a vidinha deles e eu que me ponha a pau para os ajudar.
*Até que chega a casa de Vanessa e toca a companhia e ela vem atender*
V: Nate...
Nate: Temos um pequeno problema e vamos ter que resolvê-lo *olha para o relógio* neste preciso momento.
*Nate entra em casa e fecha a porta mesmo sem ser convidado*
Nate: É assim, essa vossa história já começa a chatear.
V: Nate se vens falar do Zac eu...
Nate: Não me interrompas, vai ser rápido. Vocês são uns cromos que por um pequeno acaso gostam um do outro, mas um desses cromos não sei onde está e tem-me vindo com conversas estranhas. Por isso se não te importares, podias ir procurá-lo?
V: Podias era perguntar a Lily, ela deve saber onde ele está.
Nate: E que tal irmos perguntar os dois?
*Nate agarra na mão de V e sai porta fora com destino a casa da Lily*
V: Eu não quero ir, ainda lá apanho o Zac e ela a fazer coisas que dispenso ver.
Nate: Sabes por onde é que eu tenho andado hoje? De um lado para o outro por causa de vocês os dois.
V: Eu não te pedi nada!
Nate: Tu vens comigo!
Nate: Eu não sou pombo correio!
V: se ele aparece lá corto-lhe a cabeça!! ou melhor, a ti.
Nate: Sim, eu costumo ser o tal que apanha sempre com as culpas.
V: Ai… Para de me chatear!
Nate: Está bem, agora anda comigo. *Puxa V por um braço*
V: Larga-me!
Nate: Tá descansada que se eu tiver peçonha não se perde grande coisa!
V: Parvo! Eu não quero saber do Zac!
Nate: Nem que ele esteja à beira da morte?!
*V para e cala-se*
V: Não tejas aí a inventar coisas!
Nate: Achas que eu brincava com coisas destas? Quando eu falei com ele tava a dizer que tu o odiavas e que mais valia estar morto.
V: Oh sim...! Ele já não me ama!
Nate: Eu conheço-o de infância! E não és tu que me vais convencer do contrário! Ele ama-te!
V: Se me amasse não tinha ido pa cama com a outra!
Nate: Ele não foi! Porque és a única k dizes isso?
V: Porque fui a única k vi!!
Nate: Anda lá! Caminha mais rápido, não tenho a vida toda.
*Sempre puxando a V chegam a casa da Lily e Nate bate a porta como se a fosse deitar a baixo*
Lily: Calmem!!! *abre a porta* O que estás aqui a fazer?
V: O Zac está aí, não está?
Lilly: O quê? Eu lá sei dele!
V: Quem foi com ele pa cama foste tu e não eu!
*Enquanto estas discutiam Nate repara numa coisa*
Lilly: Não acredito que nunca tenhas ido com ele.
V: Não sou como tu sim?
*Nate entra em casa*
Lilly: hei!!! Minha casa, diz-te alguma coisa?
*Vanessa continua a discutir*
V: Eu não ando com um rapaz só para isso!
Lilly: O que é que queres dizer com isso minha sonsinha?!
V: Eu ao contrário de ti sou uma pessoa, acho que já não se pode chamar-te do mesmo.
Lilly: Tu tas a chamar-me de quê, posso saber?
*Nate volta para trás já com a coisa estranha na mão*
Nate: V, vamos
V: Tu não me tratas por V, e eu não acabei de discutir com este monte de estrume.
Lilly: Monte de quê?!
V: Vejo que te assentou a carapuça *V ri-se*
Nate: Anda...temos que ir. *puxa-a outra vez pelo braço*
Lily: Tens medo de ficar e acabar a discussão é bonequinha?
V: Não. Nate larga-me.
*V consegue-se aproximar o suficiente para mandar uma chapada a Lily*
Lily: Tu passastes das marcas sua estúpida!
V: Anda, de ti só tenho medo de morrer envenenada.
*Nate põe a V no colo e tira-a dali*
V: Tu não tens o direito, põe-me no chão!
*Tenta bater com os pés, mas não consegue*
Nate: Miúda, tas brava! Tens de te acalmar.
V: Rhahahahaha larga-me!!!!!!
*Nate acaba por a por no chão*
V: Eu vou acabar a conversa e já trato de ti*
Nate: Não antes de ver isto
*Nate tira do bolso um pacote*
V: Andas metido na droga?!
Nate: Cala-te! Lê as letrinhas pequenas.
*V apanha naquilo e lê*
V: Isto... é...
Nate: É o quê?'! Não sabes ler?! Encravaste, foi?!
V: Não acredito.
Nate: Podes acreditar, sonífero. Aquilo que usamos para...
V: Eu sei!
Nate: Já acreditas no Zac?!
V: hum… Não
Nate: NAO?!
V: Isto não prova que o usou no Zac.
Nate: Eu desisto! Desisto, sinceramente.
V: O que queres? Achas que ela ia por sonífero na bebida dela e fingir que dormiu com ele?
Nate: Sim! Olha, Que mais provas queres?!
V: Não sei!!
Nate: Queres que ele faça um teste?!
V: A essa altura já estaria mais do que dissolvido.
Nate: Queres ver no sangue dele?
V: Sim! *V diz isto a gozar*
Nate: Vamos pedir-lhe
V: Ha?! O quê?! Espera!
Nate: Não...!
V: Eu tava... *Nate, interrompe-a*
Nate: Sim, tavas a falar a séria, eu sei
V: Não... *baixa a cabeça*
Nate: Tão todos a brincar com a minha cara hoje!
V: Desculpa...
Nate: Não era suposto dizeres isso para mim.
V: Onde está o Zac?
Nate: Boa... também queria saber.
V: Não é que eu me importe, só estou curiosa.
Nate: Eu sei que no fundo sabes que ele não fez nada
*V não responde, reflecte um pouco sobre o que Nate dissera*
Nate: Olha, eu não te julgo, mas o facto de não teres acreditado nele foi muito mau.
V: O que percebes tu de amor?!
Nate: Eu não, mas o Zac sim. E ele ficou muito triste por saber q a pessoa que ele ama nem sequer confia nele.
V: Sim… sim.
Nate: Vou-te contar uma historia, que por acaso é verídica.
V: Oh sim, era só o que me faltava..! *Vanessa põe um ar aborrecido sentando-se na berma da rua*
Nate: *senta-se do lado dela* Haviam um casal que gostavam mesmo um do outro mas aconteceram certas coisas que fez com que eles se separassem. Ele ia viajar, ela não queria que ele fosse mas também não queria dar o braço a torcer e enquanto tava a pensar no que fazer encontra um homem, desconhecido, nunca tinha visto em lado nenhum…
V: E ela falou com ele?
Nate: Não, mas ele falou com ela e como ela precisava de falar com alguém não viu o mau de falar com ele. Ele disse que era bom encontrar a pessoa certa, a nossa cara metade.
V: Pois… só não sei como é que havemos de saber se é ou não.
Nate: E foi isso mesmo que ela perguntou.
V: e o que é que ele disse?
Nate: Ele disse que muitas vezes sentimos isso dentro do nosso coração. Mas outras vezes a cabeça sente-se maior do que o coração e ignora completamente este sentimento e só nos damos conta daquilo que tínhamos quando a perdemos.
V: Pois… mas, ele não deveria saber que é difícil.
Nate: Ele sabia… já tinha sentido na pele.
V: Como assim?
Nate: Diziam que ele andava com todas sem lhes dar a mínima atenção mas ele disse que fazia isso porque era só uma reacção que tinha, medo do amor. E um dia quando teve a pessoa certa perto de dele… perdeu-a.
V: Que mau…
Nate: Sim, ele perdeu a pessoa que amava mas tu não precisas de perder também.
V: Tu conheces a rapariga da história.
Nate: hum hum *V fez uma cara, como se estivesse a perguntar: “Quem é ela?”* Era a Miley.
V: E o rapaz eras tu?
Nate: Sim… E agora, já sabes o que fazer?

13 comentários:

Anónimo disse...

migah seuas historias estao a fikar cada vez melhores
bjos

zanessa disse...

esta lindo...adorei
fiquei bue curiosa

beijinhos*

Joana disse...

Lindo!!!
Este capitulo ta bue bue bem escrito.
Posta rapido.
Por favor.
Bjs

baby jeje disse...

lindo, lindo, lindo! adorei! beijos miga adoro-te

isa disse...

adoro a tua historia e adorei o capitulo posta o proximo rapido sim? :)
bjs e continua assim

di@n@ disse...

Adorei...lindo!!!
Bjs e continua =)

vanzac_story disse...

Ola :'D
Adorei !
Esta lindo .
Estou ansiosa para ler o qe se segue =D
Beijinho

^^

Anónimo disse...

oi.
as toas ixtorias tao xupr fixex!!!!!!!!!!!
kontinua axim!!!!!!!!!

baby_sara disse...

esta lindo!
a historia esta linda
adorei

everton disse...

ola ! o teu blog ta d++
visita, comenta e divulga por favor !!!
love-jonas.zip.net
bjx >3

Anónimo disse...

ax toas ixtorias sao lindas!!!!!!!!!!!
kandu voltas a escrevr u proximu kapitulu?

mariana disse...

olá a uns tempos atrás eu pedi para tu divulgares o meu blog so que nessa altura eu tinha o blg no gigafoto e neste momento eu mudei para a sapo e eu queria pedir para divulgares.
mas claro se não te importares

o site é:http://hzv.blogs.sapo.pt/

Anónimo disse...

gostava k postasses o meu blog
http://disney_stars_stories.blogs.sapo.pt/

o teu ta muito giro

bjs