sexta-feira, 4 de abril de 2008

Capítulo 38

Zac: Eu e a V… namoramos.
Nate: Ha… bem me parecia que havia aí qualquer coisa em vocês.
Zac: Não fiques tão alegre… acaba de ouvir…
Nate: Mau…
Zac: Eu vou acabar com ela.
Nate: Tas maluco? Afinal… não gostas dela?
Zac: Sim, eu… amo-a… mas é mesmo por isso. Eu não posso deixa-la correr perigo outra vez.
Nate: Sabes que a vais magoar e muito não sabes?
Zac: Eu sei… mas o pior é que aquele anormal ainda está solto. Não sei como conseguiu mas ele tem o meu nº de telemóvel. E agora eu sei que ele é capaz de fazer muita coisa.
Nate: Tu lá sabes o que fazes… O amor… isso é uma coisa demasiado complicada.
Zac: Nãããã… é a 1º vez que te ouço a falar assim. Conta lá quem é ela!
Diz Zac tentando desviar a conversa do que iria fazer pois nem ele próprio o sabia bem…
Nate: Quem é ela quem?
Zac: Eu conheço-te, lembras-te?
Nate: Deves ter a mania! Eu agora não quero mais ninguém na minha vida, estou bem assim e ainda para mais daqui a pouco tempo vou viajar e não acredito muito na coisa de amores a distância.
Zac: Tu… mas, vais mesmo?
Nate: Sim… logo agora que não me apetecia nada. Mas… tive a tentar convencer o meu pai a ficar.
Zac: E o que ele disse?
Nate: Disse que eu tinha que ir pelo menos durante um mês, se não gostar, volto.
Zac: E tu? Achas que vais-te acostumar lá?
Nate: Não me parece… tudo o que eu preciso está aqui.
Zac: Sim… Mas olha… podes me dar uma pequena ajudinha. Um pequeno favor?
Nate: Não gosto dessa tua cara.
Zac conta a Nate e pede-lhe uma pequena ajuda. O que seria? Aqueles dois quando estavam juntos, não tinham ninguém que os parasse. Desde crianças era assim, não era agora que iria mudar.
Nate sai do quarto de Zac e vai lá fora. 20minutos depois entra no quarto vestido de médico.
Zac: Tas… como é que eu posso dizer… muito fixe!
Zac farta-se de rir a conta de Nate.
Nate: Obrigadinho… mas acho que o azul realçava mais a minha pele…
Zac: Anda lá… põe-me mais é na cadeira de rodas.
Nate ajuda o amigo dando-lhe apoio.
Nate: Tu és maluco.
Já na cadeira de rodas, Nate vai com o Zac para fora na direcção do quarto de Vanessa. Quando lá chegam, vêem que estava lá um enfermeiro. Nate entra sozinho deixando Zac lá fora.
Nate: Pode ir.. eu fico com ela. O… Dr… mandou-o ao quarto… 203.
Enfermeiro: Mas… era suposto eu ficar a olhar por ela.
Nate: Não… o Dr chamou-o. Acho melhor ir.
Enfermeiro: Está bem.
O enfermeiro saiu e logo a seguir Nate foi chamar Zac ajudando-o a entrar.
Zac: Obrigado.
Nate: Agora vou ficar a porta a ver se não vem ninguém. Nate sai do quarto e Zac volta ficar sozinho sozinho com a sua amada.

3 comentários:

Di@n@ disse...

Lindo....adorei...fanstastico!!!
Bjs e posta depressa o proximo capitulo..

Anónimo disse...

tá lindo..bjus Bi

Anónimo disse...

ameiii!!! esta perfeito......é pena é k o zac vai akabar com a van pk kausa disto ........para mim zanessa4ever e nunka se separassem......mal posso esperar pelo o proximo capitulo....kontinua km esta historia exelente...tas de parabens tens mxm bue jeito.....xau bjx ass:VERA RODRIGUES