sábado, 29 de março de 2008

Capítulo 29 e 30






Capítulo 29
Dentro do banco Zac e Vanessa não sabiam o que fazer.
Ladrão: O que sentirias se eu pusesse uma bala destas na barriga ou até na cabeça da tua namorada?
Zac: Era preferível fazeres isso a mim, ou então não saias daqui vivo.
V: Não, Zac…
Ladrão: Tu meu rapaz está a abusar da sorte. Tentando se armar em herói? Olha que aqui é tudo real, não é como nos filmes que tu fazes?
Zac: Mas o que é que tu sabes sobre mim?
Ladrão: Pergunta o que não sei, é mais fácil. Passei todo esse tempo a investigar aos teus pais, a ti e aos teus amigos. Aprendi tudo sobre ti e também sobre a tua namoradinha. Eu sabia onde vocês estavam, para onde iam… tudo.
Zac: Isto tudo para quê? Para fazer os outros infeliz?
Ladrão: Sim, de um certo modo, sim.
Zac: Não percebo como pode haver pessoas dessas como tu! Sacana.
Ladrão: Com muito gosto!
Chega-se ao pé do Zac e chutando-o na barriga.
Ladrão: Gostas de dor?
V: Não!!!
Ladrão: Tu és muito bonita pode ser que quando eu dé cabo do teu namoradinho deixe-te sobreviver para contar a história.
V: Patife!!
Ladrão :Eu não costumo bater em mulheres mas… pode ser que hoje mude de ideias.
V: És um patife, prendes as pessoas para lhes bater. Não tens coração!
Ladrão: Já tive, mas virou pedra. Assim estou melhor! Aprendi tudo isso na prisão. A 15 anos atrás eu não era capaz de matar uma mosca, mas agora sou até capaz de comê-la viva.
Vanessa fica bastante perturbada com as palavras daquele homem. Zac continuava estendido no chão a pensar no que poderia fazer para sair dali. E os seus amigos tentavam fazer o mesmo sentados na mesa do café, mas não lhes saia nada. Tudo era demasiado arriscado. De um momento para o outro, chega a Miley toda feliz pois tinha gravado mais uma música e um episódio com os Jonas Brothers, e estava super contente com isso.
Miley: Então pessoal? Que caras são essas? Alegria, a vida é só uma e temos que aproveitar.
Jared sussurra a Ashley: Ela ainda não deve saber.
Ashley: Eu conto, com calma para que ela não fique… mau.
Monique: Senta-te.
Miley: Mau, o que é que aconteceu? Vocês não costumam estar assim. Onde estão a Vanessa e o Zac?
Corbin: É sobre isso que nós queremos te falar.
Jared: Senta-te e acalma as hormonas e nós já te dizemos.
Miley: O que aconteceu? Digam-me.
Nate enervado com a situação em que estava o amigo não aguentou mais aquela pergunta.
Jared: O Zac e a Vanessa estão presos num lugar com um estúpido qualquer que resolveu apontar-lhes a arma a cabeça satisfeita?
Miley ficou em estado de choque, nunca pensou que era tão grave. Sentou-se na cadeira a olhar fixamente para a mesa, ficou sem nenhuma reacção.
Miley: Não, não sabia…
Nate finalmente percebeu do que tinha feito, estava arrependido mas naquela altura… o melhor amigo dele estava em uma situação muito perigosa e só agora é que se deu conta de que era uma pessoa especial para ele.
Nate: Desculpa… não consegui… calar esta maldita boca.
Espero que estejam a gostar da história e a tentar imaginar o que vai acontecer… como eles vão resolver isto.

Capítulo 30
Miley: Não faz mau…
Uns momentos depois Miley recuperou-se da notícia.
Miley: Mas… como é que isso aconteceu?
Ashley: Também não sabemos.
Lá explicaram o que tinha acontecido, pelo menos o que eles sabiam pois muita parte não faziam a mínima. Depois de pensarem muito e discutirem, decidiram não falar nada a polícia e ligar outra vez para Zac.
Corbin: Quem é que liga?
Monique: Tem que ser a Ashley, pois só ela já falou.
Miley: Sim, mas… vamos tentar fazer isso com calma.
Nate: mas o mais importante Ashley, ele pode dizer tudo o que quiser para te enervar mais não caias nisso. Não podemos ter nenhuma palavra em falso, que nos desmascare ou então…
Jared: Não se preocupem, eles vão sair dali bem! E vamos poder esquecer este assunto para sempre.
Ashley pega para telemóvel e liga para o telemóvel do Zac , mas este não é atendido e eles ficam preocupados.
Miley: Será que aconteceu alguma coisa?
Monique: Pode ter… acontecido alguma coisa.
Nate: Não! Eu conheço o Zac, ele vai-se safar.
Jared: Sim, ele tem razão.
Corbin: Temos que ter pensamento positivo.
Nate queria acreditar fortemente no que estava a dizer… mas havia alguma coisa que… não deixava fazê-lo.
Já no banco, Zac levanta-se mas ainda tinha algumas dores.
V: Estás bem?
Zac: Sim… Não te preocupes.
Ladrão: Bem, vou ali ao lado fazer um pequeno telefonema mas… não se atrevam a fazer nada… até porquê está tudo trancado e vocês não conseguem ir longe.
Zac: Vai-te lixar!
Ladrão: Há ha ha… bem, eu já volto, espero que não sintam muitas saudades minhas.
Dizendo isso vai para atrás de uma mesa sumindo da visão dos olhos dos dois jovens. Logo quando isso acontece Vanessa sussurra ao ouvido de Zac para o ladrão não os poder ouvir.
V: Zac, o que vamos fazer?
Zac: Não tenho a certeza mas…
V: Conta-me.
Zac resolve contar o que tinha pensado.
V: Não, Zac tu não vais fazer isso.
Zac: Eu não posso deixar que ele te faça algum mau.
V: Mas…isso é… muito perigoso… eu não te quero perder.
Zac: Não, te preocupes. Quando sairmos daqui prometo-te que nunca mais vais passar por isso.
Zac abraça-a fortemente. Até que a certa altura chegou o ladrão.
Ladrão: Já estão a fazer a despedida? Acho que ainda é cedo. Podem-se deitar aí no chão, é durinho, faz bem às costas.
Atira o telemóvel a Zac.
Ladrão: Tu, telefona a tua mãe outra vez. Vamos ver o que ela pode fazer para salvar o seu querido filho. Dou-te cinco minutos para falar com ela.
Zac faz o que o ladrão diz mas como antes em vez de ligar a mãe liga a Ashley.
Ashley: Zac… quer dizer… Filho!
Zac: Sim, mãe, sou eu.
Ashley: Estás bem? E a Vanessa?
Zac: Sim, mãe. Estamos bem.
Ashley: Olha, nós estamos aqui todos juntos a tentar arranjar uma solução, mas primeiro temos que saber onde é que estás. Tenta mandar em código ou qualquer coisa.
Zac: Sim, mãe. Diz ao pai que eu também o adoro. Quando sairmos daqui vamos comer um gelado naquele lugar como fazíamos quando era pequeno.
Ladrão: Já chega, isso já é conversa a mais.
Tira o telemóvel da mão de Zac, mas uma coisa que lhe tinha passado ao lado na ligação anterior foi o nome da ligação. Mas agora o ladrão dá-se conta disso.
O que irá ele fazer?

5 comentários:

Di@n@ disse...

Adorei....esta lindo!!!!!!
Estou ansiosa pelo proximo...
Bjs**************

Anónimo disse...

EXELENTE!!!!adorei......linduhhhhhhhhh.........fikou perfeito................mal posso esperar pelos proximos capitulos o k vai aconteçer kom a van e o zac ......so tu sabes xd.........tas de parabens a historia esta fabulosa........xau bjx kontinua ass:VERA RODRIGUES

Joana disse...

a historia ta super emocionant..tou tao curiosa pa sabr o q vai acontecer nos proximos capitulos..

adoro esta historia..

ta espectacular..cmo smp..
parabns..

beijos

TIta disse...

Adorei está muito bom, continua assim!!!=)

Bi disse...

tá perfeituu