quinta-feira, 20 de março de 2008

Capítulos 11 e 12

capítulo 11
Kenny: Podem-me dizer o que se está a passar entre vocês?
Zac e V olham um para o outro mas só V tem coragem para falar.
V: Eu já não tenho paciência para ele… acabou-se.
Kenny: Não sei se sabem… mas não devem trazer problemas lá de fora para aqui.
Zac: Nós sabemos… e isso não volta a acontecer.
Kenny: E o que vão fazer quanto a isso?
V: Eu… penso em… não sei!
Kenny: Só vos quero dizer uma coisa. Eu sou vosso amigo e podem sempre contar comigo está bem?
Zac: Sim, nós sabemos.
Kenny: Vocês… têm que perceber o que se está a passar com vocês os dois.
V: Eu não gosto dele, pronto!
Zac quando ouviu estas palavras ficou um pouco magoado mas não podia ir à baixo.
Zac: Não te preocupes que eu também não simpatizo muito contigo.
V: Temos pena! E eu preocupada com isso…
Kenny: Acalmem-se… é precisamente ao contrário. Têm um grande sentimento um pelo outro.
V: Desculpa Kenny mas eu tenho de discordar.
Zac fica calado, não sabia o que dizer mais para mentir sobre o que sentia pela V.
Zac: Eu vou-me embora.
Kenny: Sabes que fugir dos problemas não é uma boa opção.
V: Deixa estar, eu sou um problema para ele. Obrigado pela conversa mas eu tenho que ir. (V sai)
Kenny: ela é verdadeiramente um problema para ti?
Zac olha para o chão e passa a mão no cabelo.
Zac: Desculpa pelo trabalho mas também tenho que ir.
Kenny: Está bem. Mas pensa no que tivemos a falar até agora.
Zac: Sim…
Zac não consegue… por mais que tentasse pensar naquele assunto vinha-lhe sempre a imagem da V na cabeça.
Zac: Não… não posso continuar assim!
Zac pega no telemóvel e liga ao Nate.
Nate: Quem é vivo sempre aparece! Neste caso, ouve-se.
Zac: Ha há… pois. Vamos marcar qualquer coisa com uma miúdas hoje?
Nate: Ui… viva! Tou a ver que o homem já voltou ao normal.
Zac: A sério, não estou a brincar.
Nate: Hoje vou a um novo bar… queres vir?
Zac: Pode ser, faço qualquer coisa para esquecer….
Nate: esquecer o quê
Zac: O dia que tive hoje.
Nate: Passas por minha casa daqui a 15m.
Zac: Tá bem, Xau.
Zac não sabia mais o que fazer… se fazia tudo ou nada não lhe interessava contanto que conseguisse tirar a V da cabeça.
Continuem a visitar e a dar as vossas opiniões.


Capítulo 12
Como o combinado, Zac foi a casa de Nate 15m depois. Já em casa de Vanessa estava lá Miley com ela a tentar convencer a amiga a sair de casa.
Miley: Anda lá… por favor. Preciso de sair de casa. Tudo tem-me corrido mau. Por mim.
V: Sim, está bem. Vamos lá mas digo-te já que eu hoje não sou boa companhia.
Miley: Vamos a um bar aqui perto da tua casa.
V: A mim tanto me dá onde vamos.
Miley queria ajudar a amiga mas não sabia quem também estava no bar. Quando Miley e Vanessa chegam ao bar vêm Nate e Zac, V dá a volta em direcção a porta.
Miley: Aonde vais?
V: Ali está o Zac eu não quero que ele me veja. Vamos embora, não quero estar aqui.
Miley: Acho que é tarde demais.
Nate vinha na direcção delas.
Nate: As meninas não querem se sentar connosco?
V: Não queremos incomodar.
Nate: Não incomodam nada.
Vanessa resmunga à Miley pois não queria de maneira nenhuma estar com o Zac… ou se calhar até queria.
Quando eles chegam ao pé de Zac ele tenta “livrar-se” inventando uma desculpa para sair dali.
Zac: desculpem, lembrei-me agora que… tenho que fazer uma coisa.
Nate: Sim, sim. Quando estás comigo não tens mais nada para fazer.
Miley: Nate, vamos dançar?
V: Não!
Nate: Porque não?
V: Porque… eu quero dançar contigo.
Zac: Hoje estás concorrido.
Nate: Sim, é o que parece.
V: Anda. (puxa o Nate para a pista de dança)
Nate: Calma miúda…
Zac fica a olhar para V. Depois de um tempo chega um amigo de Miley que faz-lhe companhia e ele fica sozinho.
Zac: Não… não vou ficar sozinho, vim para me divertir e é o que vou fazer!
Zac vê umas raparigas a vir em direcção a ele e convida uma delas para dançar. Fazia de propósito para que a V olhasse para ele e visse que ele também estava com alguém. A uma certa altura com zac estava com a tal rapariga, ela aproximou-se dele e beijo-o sem ele estar preparado para aquilo. V ao ver aquilo vai a correr para a casa de banho e Miley vai atrás. Zac separa-se da rapariga e Nate vai té com ele.
Nate: Sabes o que aconteceu com a V?
Zac: Não sei, tu é que estavas com ela.
5m depois Miley sai da casa de banho e vai falar com o Zac.
Miley: Desculpa Nate, mas eu tenho que falar com o teu amigo. Vão para fora falar e Nate fica perplexo sem saber o que se tinha passado.
Zac: Tas bem?
Miley : Eu? Sim, estou bem, obrigado. Tu é que não deves estar.
Zac: Pois, por acaso estas enganada. Estava muito bem antes de chegarem.
Miley: Vou ser directa porque eu não gosta de dar muitas voltas. Isto é como Matemática: 2 + 2 são 4.
Zac: Sim e onde queres chegar com isso?
Miley: Tal como 2 + 2 são 4…
Zac: Sim…
Miley: Se deixares eu acabar de falar, agradeço.
Zac: Está bem, força!
Miley: Tu gostas da V e ela…
Zac: Não, não. Deves-te ter enganado.
Miley: Não. Sabes quando é que um homem é covarde? Quando não demonstra os seus sentimentos. Tu apaixonaste-te por ela e ela por ti… Não percebo porque é que fazem tanta complicação.
Zac fica calado, não sabia o que dizer. Não ele não podia se ter “apaixonado”. Essa palavra deixou de existir para ele há muito tempo.
Miley: O que foi? Vais ficar aí parado?
Zac: Não quero mais ouvir falar nisso, está bem? Eu sei muito bem de quem gosto e de quem não gosto.
Miley: Se tu o dizes…
Zac estava… confuso. Porquê? A ultima coisa que ele queria agora era estar apaixonado.

3 comentários:

Mariana disse...

exta mt lindu mtx paravenx...=)

di@n@ disse...

Adorei os capitulos... estao espectaculares!!!!!!!!!!:)
Continua assimm... ;)
Bjs

borboletas disse...

adorei continua está espetacular eu também tenho um blog de historias zanessa se quiseres ir lá visitar é este: http://iluvzanessa.blogs.sapo.pt/
beijos